7 Hot Techs 2004

BPM (Business Process Management), base para Webservices (ou seja, redesenho da arquitetura de processos a partir da distribuição de componentes em redes remotas colaborativas) e Metodologias de Gestão de Projetos e Recursos de TI (PMI, ITIL, ICMM, SLA, SLM etc); dado que planejamento e normatização passam a ser exigências do mercado (o que chamamos na E-C de ISOização do processo de produção de tecnologia);

Comunicação de Dados Móveis de Banda Larga (GSM/GPRS e CDMA 1xRTT); pois mobilidade aliada à profundidade é o caminho natural da convergência utilitária de meios e padrões;

Modelos para Redes Solidárias, como Grid Computing e Thin Computing, pois maximização de capacidades com leveza operacional geram eficiência e eficácia

VoIP (Voice Over IP), pois o usuário corporativo precisará maximizar o valor (ROI) de suas infra-estruturas de conectividade, banda e capacidade.

Instant Messaging Applications (inclusive via Mobile Applications, tipo Blue Tooth), pois comunicação C2C é a base da construção de comunidades.

Smart Applications, como Smartcards (que começa a adentrar o varejo), pois nanotecnologia e computação ubíqua serão o caminho da evolução do desenvolvimento tecnológico e de seus devices.

Open Standards – padrões abertos que garantem interoperabilidade para infra-estruturas, aplicativos e plataformas, proporcionando geração de conhecimento comunitária e rediscussão dos modelos de propriedade intelectual e padrões de proteção de valor, como registros e patentes (vale lembrar que o Brasil foi o primeiro país autorizado a traduzir a licença GPL – General Public Licence – e a LGPL do inglês para outra língua).

afa91cf9f4c597132b8040e292ad5a09delicious

Leave a Reply